Novembro Negro na UEFS discute sobre direitos da população negra e desafios na atualidade



Diante do contexto sociopolítico atual marcado por retrocessos, negacionismo, retirada de direitos, levantar múltiplas discussões sobre as realidades da população negra brasileira é o maior objetivo do Novembro Negro 2021 da Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS). 

Com o tema "Direitos da população negra: desafios contra um Estado conservador e autoritário", o evento faz parte da campanha que evidencia e recorda a luta por Consciência Negra. As atividades ocorrem no formato online, no período de 3 a 30 de novembro, via YouTube e Google Meet, e pretende atingir a comunidade interna e externa da instituição de ensino.

Clique aqui e confira a programação completa.

A Pró-reitoria de Políticas Afirmativas e Assuntos Estudantis (PROPAAE) preparou uma programação que conta com mesas redondas, cursos, minicursos, seminários, rodas de conversa, contação de história, exposições de fotos virtuais, curtas e apresentação musical. O evento conta com o apoio de parceiros da comunidade universitária, entre eles grupos de pesquisas, núcleos, setores, associação. 

De acordo com Renata Dias Souza, coordenadora geral da PROPAAE, a campanha tem grande importância para o setor, para a UEFS porque promove importantes reflexões e interação entre grupos; também para a população em geral, que têm acesso a informações fundamentais para a luta antirracista. 

"O Novembro Negro é um marco importante no nosso calendário universitário e, por conta disso, mais do que nunca se faz necessário ter eventos para discussão e, acima de tudo, de resistência, luta e articulação de novas ações para manutenção e ampliação dos direitos", explica a coordenadora Renata. 


Redação | Culturasss



Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial