Banda Casapronta traz afro-brasilidade em seu novo single 'Devoção'


Há quanto tempo contam mentiras como verdades absolutas? Infelizmente, as crianças e jovens estão sujeitas a serem educadas com inverdades, preconceitos e violência nos discursos e narrativas. É com esta mensagem que a banda Casapronta lança o segundo single “Devoção”, que faz parte do seu novo EP Amor, previsto para ser lançado em outubro de 2021.

“Devoção” surge como uma mistura de um ‘rock de preto’ e o ‘samba de terreiro’, nos brindando com muito swing do Recôncavo Baiano, apontando novos caminhos para sonhar. “Fazer uma cantiga em homenagem a Exu é de uma tremenda responsabilidade, mas que encaramos com muita seriedade e carinho, depois da devida autorização”, comenta Pablues, vocalista da banda.

A música “Devoção” está disponível em todas as plataformas de música. Um videoclipe gravado no centro de Feira de Santana também foi lançado no YouTube Casapronta.

O lançamento é da produtora feirense Banana Atômica e tem o apoio da Trinca de Selos.

Para materializar “Devoção”, o Casapronta contou com as fortes personalidades de Flávia Sacramento nos vocais, Bel da Bonita no comando das percussões, Tito Pereira nos teclados e Mateus Aleluia ‘Filho’ Rodrigues nos maravilhosos sopros de trompete e fluguelhorn.

Pablues ressalta que a música promete emocionar, mas também levar uma forte mensagem. “É como um pássaro que voa pela janela espalhando emoções. ‘Devoção’ é nosso orgulho de um ‘poder preto’ e que sirva de incentivo na luta contra os silenciamentos, racismo, intolerância religiosa e agressões que sofremos ininterruptamente e diariamente”, afirma.

Para o artista, a banda Casapronta, com seu novo single, não quer ser a dona da verdade, mas mostrar o quanto devemos nos posicionar acerca do que acreditamos e do que nos torna em identidade. A cultura e a religiosidade afro-brasileira são realidades para muitos de nós e ter orgulho de nossa cultura é um direito nosso”, reflete.

Composto por Pablues, o single é uma canção de amor, uma verdadeira declaração à uma das mais belas e poderosas forças energéticas da natureza. “É uma homenagem a Exu, a Aluvaiá, a Legba, à todas as possibilidades de movimento, comunicação e fertilidade de novos caminhos que as encruzilhadas da vida possam nos proporcionar. Que Exu esteja à frente de nossos passos nos dando livramento e nos deixando atentos.”, conclui.

Sobre o EP Amor

Foi realizado através de um financiamento coletivo entre os amigos e fãs da banda, contém 4 faixas e tem participações importantes do cenário musical e cultural baiano, como Mateus Aleluia Filho, Maryzélia, Bel da Bonita, Marquinhos Menezes, Tito Pereira, Flávia Sacramento e Kbça Beat Box.

O EP tem se mostrado um caldeirão de possibilidades. Cada canção tem uma estética, uma cor, um ritmo, evidenciando o grau de experimentações em que a banda está envolvida.

As canções que compõem o EP são, 'Amor' – lançada no dia 12 de junho, 'Devoção', 'Velho Bob' e 'A Planta'. Todas as canções foram produzidas e gravadas - cada uma em um dia - no Netuno Estúdio, em Feira de Santana.

Arte da capa

Quem assina as quatro capas dos singles é o artista Ayam Ubrais Barco com seu traço marcante, e design de Júnior Eça. Uma sequência de artes, com elementos da cultura afro-brasileira, linkadas com elementos presentes em cada música. E o melhor de tudo: Foi feito com muito amor e axé”.

Sobre a Banda

A Casapronta é uma banda que se influencia pelas “encruzilhadas do recôncavo” e do mundo, com Igor Skay (guitarra), Rodrigo Borges (guitarra), Rafael Razz (baixo), Robson Souza (bateria) e Pablues Casapronta (voz, gaita, violão e produção).

A banda foi formada em 2017, no coração do Recôncavo Baiano, lá em Cachoeira, por Pablues - também vocalista do Clube de Patifes - enquanto cursava uma graduação em Museologia pela UFRB. Em 2018 lançou uma “demo tape” Casapronta Nº18, onde fez sua estreia. 

Em 2019 gravou seu disco “Como a fúria da beleza do sol”, eleito em 4º lugar na votação popular no site El Cabong, em 2020. Durante a pandemia surgem algumas composições, e lançam o single “O grito”, em 2020, além de um bootleg chamado “Ensaio Perdido”. 

Vídeos criativos, feitos com um celular, dentro de casa, também foram disponibilizados no YouTube da banda, durante a pandemia. 


Redação | ASCOM

Foto | Rafael Santos


Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial