'Improviso, oxente!' acontece nesta terça no canal do Teatro Popular de Ilhéus

 


Nesta terça-feira vai rolar um papo potente no primeiro "Improviso, oxente!" do ano! No mês de luta pela vida das mulheres, o Teatro Popular de Ilhéus convida a todxs para um encontro entre representantes dessa luta e suas intersecções, tecendo um diálogo necessário sobre "O tempo e o corpo feminino - narrativas decoloniais".

 

Dividido em dois dias, o papo desta semana tem o tema "Corpo que habito, território de re-existências", e recebe três convidadas especiais:

 

Mãe Ilza Mukalê é sacerdotisa do Terreiro de Matamba Tombenci Neto, fundadora e conselheira espiritual do Grupo Cultural Dilazenze, fundadora dos grupos afro Axé Odara e Lê-guêdepá e da Sociedade Anônima e Cultural de Ilhéus e presidente de honra da Associação Beneficente e Cultural do Terreiro de Matamba Tombenci Neto.

 

Mari Gois é artista da cena, psicóloga, educadora, pesquisadora e produtora cultural. É doutoranda em Psicologia e Sociedade na UNESP, mestre em ensino e relações étnico-raciais e especialista em saúde mental. Também é artivista pelos direitos das mulheres e demais dissidências.

 

Daniela Galdino é poeta, performer, produtora cultural e docente. Publicou “Espaço Visceral” e “Inúmera”. Participa de diversas antologias literárias e organizou as antologias literárias e fotográficas Profundanças 1, 2 e 3. Em 2020 criou o projeto Sete Freguesias, episódios poético-musicais com participação de artistas brasileiras/os e estrangeiras/os.

 

O encontro ainda tem mediação de Iara Colina, que é pesquisadora no IF Baiano e idealizadora e presidente do Geni - Núcleo de Estudos de Gênero e Sexualidade. É mestra em Letras, graduada em Direção Teatral, atriz e professora de teatro. Atualmente integra o Teatro Popular de Ilhéus.

 

E a intervenção musical da noite fica por conta de Eloah Monteiro, que é cantora e compositora, jornalista, professora de canto e produtora cultural. Já foi finalista e semifinalista de diversos festivais de música, e em 2021 prepara-se para o lançamento de pelo menos 3 singles e seu primeiro álbum.

 

O Improviso, oxente! tem acessibilidade em Libras e acontece nesta terça (16) às 19 horas, no canal do Teatro Popular de Ilhéus: youtube.com/teatropopulardeilheus

 

O Teatro Popular de Ilhéus é uma instituição cultural independente, atualmente mantida pelo programa de Ações Continuadas de Instituições Culturais – uma iniciativa da Secretaria de Cultura da Bahia com recursos do Fundo de Cultura do Estado da Bahia, mecanismo que custeia, total ou parcialmente, projetos estritamente culturais de iniciativa de pessoas físicas ou jurídicas de direito público ou privado. Os projetos financiados pelo Fundo de Cultura são, preferencialmente, aqueles que apesar da importância do seu significado, sejam de baixo apelo mercadológico, o que dificulta a obtenção de patrocínio junto à iniciativa privada.


Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial