Educação Antirracista é o tema da terceira temporada do podcast Pele Preta

 


No mês de março, o projeto Pele Preta estreia a terceira temporada do seu podcast. Comandado pela produtora cultural Francis Cardoso e pelo jornalista Rafael Santana,  os novos episódios terão como tema “Por uma educação antirracista”.  

 

A nova temporada terá ao todo 04 episódios, disponibilizados, gratuitamente, sempre às quarta-feiras de março (10, 17, 24 e 31) nas diversas plataformas de streaming  - acessível no link https://taplink.cc/pelepretassa. As conversas abordarão questões como a história da população negra na educação, as estratégias utilizadas pelos negros para ter acesso ao ensino no período escravocrata, bem como a necessidade de estudar história a partir da perspectiva da resistência da população negra africana e afro-brasileira, em contraponto a uma educação predominantemente eurocêntrica. 

 

Ao longo dos episódios, serão entrevistadas profissionais que são referências no campo educacional como a professora Sônia Ribeiro, socióloga e mestre em extensão rural, além de Iamara Viana, pós-doutora em História pela UFRJ e doutora em História Política, e Janda Bomfim, diretora da escola Luiza Mahin, em Salvador. 

 

O conteúdo da terceira temporada também dará atenção as leis educacionais que tratam da questão de raça (obrigatoriedade do ensino da História e da Cultura Afro-brasileira e lei de cotas) e suas aplicações, bem como as escolas que nascem com um viés "afrocentrado" e antirracista, além de um olhar crítico sobre o acesso e permanência da população negra no ensino superior. 

 

O projeto envolveu uma equipe completa na produção dos episódios. Além de Rafael Santana e Francis Cardoso, que são apresentadores e roteiristas, se juntam à equipe a historiadora Elenia Cardoso para desenvolvimento da pesquisa, o jornalista e podcaster Wall Cardozo, responsável pela edição, e Felipe Moraes (Heetz), produtor musical e beatmaker, que assina a trilha sonora original da temporada. 

 

O projeto tem apoio financeiro do Estado da Bahia através da Secretaria de Cultura e do Centro de Culturas Populares e Identitárias (CCPI) - (Programa Aldir Blanc Bahia) via Lei Aldir Blanc, direcionada pela Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo, Governo Federal. 

 

O “boom” do podcast – Os últimos dois anos foram marcados por um “boom” do podcast no Brasil, que passou a liderar o ranking de países onde a produção de podcasts mais cresceu em 2020, ano marcado pelo confinamento provocado pela pandemia do coronavírus. 

 

Entretanto, o crescimento já era notado antes mesmo da pandemia. Uma pesquisa de 2019 realizada pelo IBOPE revelou que 40% da população que usa internet no Brasil já ouviu podcast pelo menos uma vez.     

A expansão global dessa ferramenta de comunicação foi confirmada pelo Spotify, que levantou os dados relacionados ao ano de 2020 e divulgou que existe 1,9 milhão de podcasts na plataforma, e ainda que houve um aumento de 200% no consumo somente no terceiro trimestre do ano passado. 

 

Sobre o Pele Preta – O “Pele Preta” é um grupo independente de mídia que surgiu em 2019, inicialmente no formato podcast, com o objetivo de dialogar com a população negra de Salvador sobre questões raciais. Conduzido pela Produtora Cultural Francis Cardoso e pelo jornalista Rafael Santana, o projeto já produziu duas temporadas, dezenas de episódios e entrevistou alguns expoentes da cultura negra brasileira, como os artistas Lazzo Matumbi, Larissa Luz, Dan Ferreira, Alana Reis (A Dama do pagode) e a banda Afrocidade. 

 

Programa Aldir Blanc Bahia - Criado para a efetivação das ações emergenciais de apoio ao setor cultural, o Programa Aldir Blanc Bahia (PABB) visa cumprir os incisos I e III da Lei Aldir Blanc (Lei Federal nº 14.017, de 29 de junho de 2020) e suas regulamentações federal e estadual. As ações são: a transferência da renda emergencial para os trabalhadores e trabalhadoras da cultura, e a realização de chamadas públicas e concessão de prêmios. O PABB tem execução pelo Governo do Estado, através da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia, geridas por meio da Superintendência de Desenvolvimento Territorial da Cultura e do Centro de Culturas Populares e Identitárias; e as suas unidades vinculadas: Fundação Cultural do Estado da Bahia, Fundação Pedro Calmon, Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural.    

 

 

Serviço 

 

Terceira Temporada do Podcast Pele Preta 

Quando: 10 a 31 de março 

https://taplink.cc/pelepretassa  


Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial