Mostra da Diversidade Cultural apresenta mais de 40 projetos feirenses até o final de 2020

Em Feira de Santana a Mostra, em sua terceira edição, agora em modo virtual, faz parte do programa Belgo Bekaert Forma e Transforma

 

A Mostra da Diversidade Cultural – Imagens da Cultura Popular, já em sua terceira edição em Feira de Santana, contemplou, através do Prêmio Cultura e Desenvolvimento Local, 46 iniciativas dos mais diversos campos da cultura. Teatro, música, dança, artes visuais, artes urbanas, fotografia, saberes e fazeres da cultura popular, aulas de formação em produção cultural, capoeira e povos e comunidades tradicionais, como indígenas e de matriz africana.

 

Em função da pandemia do novo coronavírus, as atividades desta edição estão acontecendo em formato virtual. Em uma primeira etapa os projetos premiados divulgaram o resultado de suas ações por vídeo, através do canal do YouTube do Favela é Isso Aí ou através do site www.favelaeissoai.com.br. Foram realizadas também publicações de livros, revistas ou catálogos virtuais. Até o início de dezembro já haviam sido lançados 49 vídeos, 5 livros digitais e dois sites sobre o patrimônio e a cultura feirense, tudo com os recursos do Prêmio.

 

A segunda etapa, que estava programada para acontecer de forma presencial, de janeiro a março de 2021, também acontecerá de modo virtual, por causa das medidas protetivas de saúde. A ideia é realizar um espetáculo coletivo, com todos os grupos premiados.

 

Para Clarice Libânio, coordenadora da Mostra, essa edição reforça seu objetivo principal, o de dar visibilidade aos múltiplos agentes da cultura local. “O objetivo da Mostra é divulgar a pluralidade e a riqueza cultural de Feira de Santana nas suas diversas manifestações. Entendemos que é através da difusão do patrimônio e da cultura local que a cidade se fortalece. Todo local, toda cidade e todo território são feitos de múltiplos agentes, cores, sujeitos e vozes. Essas vozes, a Mostra traz a público, fortalece e apoia. Estamos muito satisfeitos com os resultados, temos visto produtos de altíssima qualidade e Feira de Santana está de parabéns”, declarou.

 

Tamylla Rosa, responsável pela comunicação da Belgo Bekaert, ressaltou a importância de manter a continuidade dos projetos patrocinados, mesmo com as adversidades trazidas pela pandemia. E destacou: “O sentimento é de felicidade, porque mesmo em face do atual cenário tivemos como manter essa contribuição. Fomos pioneiros e conseguimos uma forma de valorizar a cultura local, os artistas da cidade, apesar da pandemia a empresa não fechou os olhos para a cultura. Temos muito orgulho do Belgo Forma e Transforma”.

 

Os 46 projetos premiados trazem a riqueza e a diversidade da arte e do patrimônio cultural feirense, contemplando tanto a sede quanto os distritos de Feira de Santana. Para saber sobre todas as ações que estão sendo executadas pelos artistas e grupos culturais apoiados, bem como ter mais informações e detalhes sobre o Prêmio Cultura e Desenvolvimento Local, estão disponíveis o perfil do projeto no Instagram, a página no Facebook, o canal no YouTube e o site da Mostra da Diversidade Cultural Imagens da Cultura Popular. A estimativa é de 350 pessoas envolvidas nos projetos dos premiados, entre artistas, produtores e técnicos e público virtual de mais de 11 mil pessoas.

 

Realização

A Mostra da Diversidade Cultural - Imagens da Cultura Popular é realizada pela ONG Favela É Isso Aí e patrocinada pela Belgo Bekaert Arames, através de Lei Federal de Incentivo à Cultura e Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo, Governo Federal, Pátria Amada Brasil. No ano de 2020, 46 iniciativas foram  selecionadas pelo edital do Prêmio de Cultura e Desenvolvimento Local, parte do programa Belgo Forma e Transforma.

 

Sobre a Belgo Bekaert Arames

Com o objetivo de ser a principal empresa mundial em soluções de arame, a Belgo Bekaert Arames foi fundada em 1o de março de 1997, resultado de uma joint venture entre o maior grupo siderúrgico do mundo, a ArcelorMittal S.A., e o maior produtor mundial de arames, a N.V. Bekaert.

Referência global na fabricação de aço, a ArcelorMittal está presente em 61 países, atendendo ao mercado siderúrgico com produtos de alta qualidade.

Líder no mercado de arames, a N.V. Bekaert Arames possui mais de 130 anos de atuação, com presença em mais de 120 países, sempre aliando sua tradição ao avanço tecnológico constante.

A Belgo Bekaert Arames é líder no mercado brasileiro de arames. Atualmente a empresa possui unidades em Contagem e Sabará, em Minas Gerais; Osasco e Sumaré, em São Paulo e Feira de Santana, na Bahia.

 

Para obter mais informações sobre a Mostra, visite as redes sociais:

Instagram: @premioculturafsa

Facebook: https://www.facebook.com/feiracultura/

YouTube: www.youtube.com/favelaeissoai/videos

Site: https://www.favelaeissoai.com.br/mostra-diversidade-cultural/ 

Página com os resultados da pesquisa e livros de Feira de Santana: https://www.favelaeissoai.com.br/mostra-diversidade-cultural/territorios/feira-de-santana/ 

 

Foto Anderson Moreira (Também premiado pela Mostra)


Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial