Prêmio Cultura e Desenvolvimento Local de Feira de Santana divulga projetos selecionados


O resultado dos selecionados na 3ª edição do Prêmio Cultura e Desenvolvimento Local de Feira de Santana foi publicado nas redes sociais do projeto nesta segunda-feira (22). O edital de emergência cultural 2020 recebeu 104 propostas. Após avaliação, foram selecionados 40 projetos, que serão premiados com o valor total de R$ 3.000,00 cada um, como bolsa incentivo. Também, outros seis proponentes serão convidados, caso tenham interesse, para participar das pesquisas e publicações que já estavam previstas dentro do projeto, com remuneração específica para esta categoria.

O número de inscritos mostra a riqueza cultural local e a importância de se fomentar a cultura da cidade, em suas diversas possibilidades. Entre as áreas com maior número de propostas inscritas destaca-se a da música, seguida das artes cênicas, aí incluídos teatro, dança, circo e outras manifestações. Também foram inscritos vários projetos das áreas de literatura, patrimônio cultural, artes visuais, cultura afro e religiosidade. Foram propostas variadas ações de formação e de difusão das artes e da cultura feirense, tais como videoaulas, documentários e eventos virtuais.

Segundo Cesar Maurício, coordenador da ONG Favela é Isso aí: “a Comissão de avaliação, formada por quatro especialistas, teve grande trabalho durante o processo de seleção, visto a grande riqueza cultural e a diversidade de manifestações inscritas nesta edição do Edital, mais do que o dobro da edição 2019”. Os projetos selecionados nesta edição se apresentarão em duas etapas: etapa virtual, cujas ações se darão entre agosto e dezembro de 2020; e etapa presencial, que será executada no período de pós-pandemia, na Mostra Final da Diversidade Cultural, prevista para 2021.

O Prêmio, sob novo formato, permitirá que agentes culturais impedidos de se apresentar presencialmente neste momento de necessidade de isolamento social realizem suas atividades no modo virtual. Segundo Ana Paula Paste, Gerente de Recursos Humanos da unidade da Belgo em Feira de Santana, “a empresa entende a necessidade de apoiar o maior número possível de artistas e grupos culturais feirenses neste momento delicado pelo qual passa a sociedade brasileira, e por isso decidiu contemplar um número maior de projetos neste edital de emergência.”.

Nas próximas semanas a equipe da organizadora fará contato com os selecionados, de forma a solicitar ajustes necessários nas propostas e realizar a assinatura dos contratos. A perspectiva é que os artistas já recebam a primeira parcela dos recursos na primeira quinzena de julho. Confira a lista completa dos selecionados em https://drive.google.com/file/d/1XA-tipWT7lH_GFtfBk20SAzpXolT2l_4/view?usp=sharing

A iniciativa faz parte do Programa Belgo Bekaert Forma e Transforma, que, por meio do projeto Mostra da Diversidade Cultural: Imagens da Cultura Popular, realizado em Feira de Santana desde 2018, vem promovendo ações de pesquisa, registro e difusão do patrimônio imaterial da cidade. A ação é realizada pela associação Favela é Isso Aí, Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo, Governo Federal e Belgo Bekaert Arames, viabilizada por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura.

Realização

A Mostra da Diversidade Cultural é uma realização da ONG Favela é Isso Aí, Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo, Governo Federal e Belgo Bekaert Arames, viabilizada por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura.

Sobre a Belgo Bekaert Arames

Com o objetivo de ser a principal empresa mundial em soluções de arame, a Belgo Bekaert Arames foi fundada em 1o de março de 1997, resultado de uma joint venture entre o maior grupo siderúrgico do mundo, a ArcelorMittal S.A., e o maior produtor mundial de arames, a N.V. Bekaert.
Referência global na fabricação de aço, a ArcelorMittal está presente em 61 países, atendendo ao mercado siderúrgico com produtos de alta qualidade. Líder no mercado de arames, a N.V. Bekaert Arames possui mais de 130 anos de atuação, com presença em mais de 120 países, sempre aliando sua tradição ao avanço tecnológico constante.
A Belgo Bekaert Arames é líder no mercado brasileiro de arames. Atualmente a empresa possui unidades em Contagem e Sabará, em Minas Gerais; Osasco e Sumaré, em São Paulo e Feira de Santana, na Bahia.

Para obter dicas, informações e saber mais sobre o Prêmio, nos acompanhe nas redes sociais:
Instagram: @premioculturafsa
Facebook: https://www.facebook.com/feiracultura/

Aloma Galeano

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial