Projeto da UFRB cria materiais audiovisuais para colaborar no enfrentamento da pandemia

O projeto de extensão Vozes Unidas pela Vida, da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), elaborou uma série de materiais audiovisuais para propagar mensagens de pessoas atuantes em variados setores da sociedade visando tratar de aspectos vinculados à pandemia que têm afetado a população.
As mensagens são voltadas para variados públicos e destacam aspectos que necessitam de atenção especial durante este período, tais como: mais amparo às crianças e idosos, motivação aos estudantes da rede municipal e estadual que tiveram as aulas suspensas, atenção às questões da violência doméstica, mudanças de hábitos em relação às compras e outros temas que requerem mais reflexão e empenho da sociedade.
No período em que o número de infectados tende a aumentar, as recomendações de pessoas próximas e participativas do dia a dia da população de Cachoeira e cidades vizinhas tem o objetivo de sensibilizar habitantes da zona rural e urbana e contribuir para motivar necessárias mudanças de comportamento. A prefeitura de Cachoeira formalizou parceria com o CAHL, disponibilizando horários de carro de som, visando somar esforços para tentar diminuir o impacto da pandemia sobre a população.
O projeto, idealizado e realizado pela professora Juciara Nogueira, coordenadora do Bacharelado em Publicidade e Propaganda, tem consultoria da gestora de Extensão do Centro de Artes, Humanidades e Letras (CAHL), professora Sílvia Pereira, que é doutora em Saúde Pública e colaboração da diretora do CAHL, professora Dyane Brito. A soma de 20 vozes em material produzido à distância contou com a colaboração do diretor de som do CAHL, Saulo Leal, responsável pela edição dos podcasts e áudios para carro de som, com o trabalho de produção do jornalista Caíque Fialho, que viabilizou a gravação de alguns áudios e vídeos e com a colaboração das locutoras Naiane Santos e da jornalista Elaine Conceição.
Participaram deste projeto: Rosa Brito – coordenadora pedagógica do Colégio Estadual da Cachoeira, Padre Hélio Vilas Boas – pároco da Paróquia de Cachoeira, Nara de Anália – vendedora de quitutes há 30 anos, Mestre Bala – músico há mais de 30 anos, Rosilene Rodrigues Santos (Rose) – feirante há mais de 30 anos, Reverendo Cláudio Márcio Rebouças da Silva (Rev. Cacau), Romélia Lima – professora da rede municipal e coordenadora do Grupo Cultural Raízes do Ébano, Jairo dos Santos – professor e maestro da Filarmônica Lyra Ceciliana, Felipe Ramos, DJ e Mestre em Ciências Sociais, Caíque Fialho, fotógrafo profissional e jornalista e Lise Lobo, jornalista e locutora.
Este projeto também comporta a campanha realizada em parceria entre a UFRB e a Feira das Mulheres Negras de Cachoeira, contando com a participação de Ana Placidino - educadora, Ekedji do Ilê Asé Ifayabalé Já Kolé, coordenadora da Acbantu;  Bárbara Nunes - presidente e artesã da Associação Chitarte; Consuelo Gonçalves - socióloga e ativista do Movimento Negro e de Mulheres Negras; Ileyldes dos Santos Conceição (Soe) - presidente da Associação de Feirantes do Mercado Municipal de Cachoeira; Mara da Ponte (Maria Abade) - presidente da Associação da Comunidade Quilombola do Engenho da Ponte, responsável pela articulação de Mulheres Negras no Quilombo Engenho da Ponte e coordenadora da Frente Quilombola do Movimento dos Pequenos Agricultores da Bahia e Adriana Silva – que é bacharel em Administração de Empresas e uma das fundadoras da Feira e Cleide Moreira, secretária de Assistência Social que faz parte da comissão gestora da Feira como atual representante da Prefeitura de Cachoeira.
Confira os Podcasts:
   
Ascom/UFRB

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial