Jornada Pedagógica 2020 de Feira de Santana reúne gestores e coordenadores pedagógicos

“Pensamento decolonial e aspectos socioemocionais na escola: experiências e perspectivas curriculares”. Este é o tema geral da Jornada Pedagógica de 2020, evento destinado aos professores da Rede Municipal de Educação. Este ano, a jornada acontecerá em dois dias.
O primeiro momento acontece já nesta quinta-feira, 30, no auditório Ernestina Silva Lima, da Faculdade Anísio Teixeira, e é reservado aos gestores e coordenadores pedagógicos. A abertura acontece a partir das 8h30min., com a participação do secretário de Educação, Marcelo Neves.
De acordo com a diretora do Departamento de Ensino da Seduc, Jozelia Araujo, este ano, o evento busca promover a discussão sobre o conceito de decolonialidade, articulando-o aos aspectos socioemocionais aflorados no contexto do trabalho pedagógico-curricular das escolas da Rede Municipal de Educação de Feira de Santana.
“Consideramos a importância de manter viva a ideia de rejeição a qualquer tipo de preconceito e discriminação. O currículo escolar, por vezes oculto ou silenciado, nos abre um leque de possibilidades de estabelecer relações de alteridade com o outro, consigo mesmo e com o mundo. O oculto e o silenciado podem e devem ser discutidos de forma dialógica em direção à função social da escola”, defende a professora.
Na parte da manhã, das 8:00 às 12:00, os gestores participarão de uma roda de conversa sob a temática “Escola, etnia e direitos humanos”. À tarde, haverá uma roda de conversa sobre “Questões emocionais na escola: experiências e perspectivas curriculares”. Para esta mesa, foram convidados Gileno dos Santos Cerqueira Junior, médico e capitão da Polícia Militar; Eduardo Brito Correia, mestre em Educação de Jovens e Adultos; e Railda Borges Neves, mestra em História da África, da Diáspora e dos Povos Indígenas.
Na segunda parte do evento, das 14:00 às 17:00, será composta outra mesa com a temática “Questões Emocionais na Escola: experiências e perspectivas curriculares”. Para ela, foram convidadas as professoras Izabella Saback, pedagoga e orientadora educacional na Escola Despertar; Elvira Pimentel, mestra em Educação; Zélia Almeida de Oliveira, especialista em Política do Planejamento Pedagógico; e Ermillo Campos, capitão da Polícia Militar.
Os encontros com os demais profissionais da Rede Municipal – professores da Educação Infantil, Ensino Fundamental Anos Iniciais e Anos Finais, Educação de Jovens e Adultos, das Salas de Recursos Multifuncionais, do Centro Interprofissional de Atendimento Educacional Professora Marliete Santana Bastos, InterEduc e Intérpretes de Libras e finalmente dos monitores do programa Música na Escola – vão acontecer concomitantemente na próxima segunda-feira, 3 de fevereiro, em locais diferentes. Com exceção do encontro para docentes da EJA, que vai das 18:00 às 21:00, todos os demais acontecem das 8:00 às 12:00 e das 14:00 às 17:00.
Dia 30/01
Gestores e coordenadores pedagógicos
Auditório da FAT (Auditório Ernestina Silva Lima, Rua General João Costa, n 122, Ponto Central): das 8:00 às 12:00 e 14:00 às 17:00

Dia 03/02
Educação Infantil - Centro de Cultura Maestro Miro: das 8:00 às 12:00 e 14:00 às 17:00
Ensino Fundamental I - AUDITÓRIO DA FAT (Centro Cultural Professora Zorilda Moraes Lima. Rua General João Costa, nº 122, Ponto Central): das 8:00 às 12:00 e 14:00 às 17:00
Ensino Fundamental II - AUDITÓRIO DA FAT (Auditório Ernestina Silva Lima, Rua General João Costa, n 122, Ponto Central): das 8:00 às 12:00 e 14:00 às 17:00
Professores de SRM / INTEREDUC E INTÉRPRETES DE LIBRAS – Auditório da Secretaria Municipal de Saúde: (avenida João Durval Carneiro) das 8:00 às 12:00 e 14:00 às 17:00
Professores de EJA – Seduc: das 18:00 às 21:00
Monitores do Programa Música na Escola – Seduc: das 8:00 às 12:00 e 14:00 às 17:00.



Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial