Luiz Caldas lança álbum de chorinho em homenagem a Waldir Azevedo


Luiz Caldas acaba de lançar o álbum Carapanã, todo instrumental e dedicado ao chorinho. Prestes a iniciar as comemorações pelos seus 50 anos de carreira, ele faz da nova criação uma homenagem ao mestre do cavaquinho Waldir Azevedo que, assim como ele, começou na música aos sete anos de idade. O disco integra o projeto de lançamentos mensais que o artista realiza desde 2013 e que já soma 94 álbuns lançados nos mais diferentes estilos musicais.

“Waldir nasceu em 1923, na cidade do Rio de Janeiro, começou a tocar flauta transversal aos sete anos e, por coincidência, eu também iniciei minha vida musical com essa idade. Da flauta ele passou ao bandolim até chegar ao cavaquinho, instrumento que lhe deu fama mundial com composições maravilhosas, dentre elas, Brasileirinho da década de 1950”, relembra Luiz.

Na faixa Gaivota, o músico Ivan Sacerdote faz participação especial executando o clarinete. O pandeiro leva a assinatura de Márcio Brasil. Além da direção, produção e arranjos, Luiz Caldas tira as notas do violão, bandolim, violão 7 cordas e cavaquinho em Carapanã, que está disponível nas plataformas digitais e site do artista www.luizcaldas.com.br

FESTA MAGIA – No próximo dia 1º de dezembro (domingo), Luiz Caldas lança a festa Magia, que inicia as comemorações pelos seus 50 anos de carreira e onde ele vai dar os primeiros acordes de um verão que promete ser emblemático. O encontro do pai do axé com seu público é na Chácara Baluarte (Santo Antônio Além do Carmo) e começa com show de Moraes Moreira a partir das 17h. Vendas: Sympla 


Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial