Miguel Almir comemora lançamento do livro “Trançado de assombros” nesta quinta-feira no MAC

As comemorações do novo livro de poemas “Trançado de assombros”, de Miguel Almir, publicado pela Editora Kalango, ocorrerão nesta quinta-feira (31), às 19h30, no Museu de Arte Contemporânea-MAC. O autor é professor da Universidade Estatual de Feira de Santana (UEFS), circula pelas encruzilhadas da Arte, da Cultura, da Filosofia e da Educação e já lançou diversos livros, tanto de poemas como de ensaios. Seu último livro de poemas foi “Silêncios de ventania” e de ensaios “Dos Sentidos do Amor”.

A novo trabalho apresenta uma seleção de poemas escritos nos últimos 5 anos e transita por diversas temáticas que perfazem os fluxos do cotidiano atravessando os desvãos das travessias demasiadamente humanas marcadas por inquietudes e arrepios, rasgos e penumbras, torrentes e remansos, indignações e utopias, pelo trançado dos assombros que nos movem e impulsionam.

Além das imagens dos poemas, o livro também traz imagens de fotografias feitas pelo autor em suas andanças por diversos rincões. São fotografias que flagram as sutilezas de dobras, curvas, trançados, texturas e movimentos diversos de garranchos, folhas, cascas de árvores etc.

De acordo com o poeta Adriano Eysen, que prefacia o livro, a “poesia de Miguel Almir desafia a linearidade da razão pela ação transgressora do seu lirismo agridoce que opera nos recônditos da vida repleta de tramas, sagas, dobras, fissuras e incompletudes; (...) revela-se repleta de assombros marcados pela sua capacidade anímica de escrutinar as fissuras do existir humano”. E afirma também que o livro reúne “em versos e fotografias os trançados da vida que se movimentam nos ermos de cada um de nós”.

O poeta Wesley Almeida afirma na orelha do livro que “Seus poemas têm auroras e plenilúnios que nos ‘insuflam pontadas de arrepios’. Ora nos alumbram como cantigas, ora nos penumbram com murmúrios. (...) O livro é um convite a rolar como folha no terreno das palavras, voar como pipa no crepúsculo dos dias”.

O lançamento, que será constituído de performances, recitais de poemas e de música, conta com o apoio do MAC, do Núcleo de Investigações Transdisciplinares (NIT) - Departamento de Educação (DEDU) da UEFS.

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial