Clarissa Macedo, Rita Queiroz e Bráulio Bessa participam da FLISE - Festa Literária de Santo Estevão


A Festa Literária de Santo Estevão (Flise) começa nesta quarta-feira (04) e segue até sexta-feira (06) com muita arte literária. De acordo com os organizadores, o propósito do evento é inaugurar um espaço de construção, disseminação e reflexão a despeito dos principais movimentos literários. “Essas feiras literárias criam um espaço de diálogo e networking para quem se dedica à escrita. As trocas são enriquecedoras”, avalia Rita Queiroz, que terá uma intensa participação na Flise.

O evento contará com a participação de artistas nacionais, como Bráulio Bessa, mas dará visibilidade também para talentos da terra. A poeta Rita Queiroz também estará no evento, autora de livros destinados ao público adulto (Confissões de Afrodite, Canibalismos e O Canto da Borboleta) e infantil (Ciranda, Cirandinha: vamos brincar com poesia?). 

Rita participará da mesa sobre escritos femininos, ao lado das escritoras Kátia Borges e Clarissa Macedo, com mediação de Érica Azevedo, próximo dia 06 de setembro, às 10h30, na Câmara Municipal de Vereadores. No dia 05 de setembro, às 16 horas, participará do Recital A Boca e o Verso: entre palavras que cantam, também na Câmara Municipal de Vereadores.

Em meio a uma vasta programação cultural, a Confraria Poética Feminina, coletivo idealizado por Rita, também fará um sarau inspirador. O grupo de mulheres foi criado em 2015 com a intenção de favorecer a produção literária feminina. De lá para cá, as autoras já participaram de diversas coletâneas e antologias, além das produções solo. “Nosso coletivo fortalece os escritos femininos, o que é absolutamente necessário se considerarmos que as mulheres ocupam espaço ainda menor do que os homens na literatura”, considera Rita Queiroz.

No último dia de evento, o público infantil da Flise terá programação especial. A escritora Rita Queiroz levará para a criançada a contação de história de Ciranda, Cirandinha: vamos brincar com poesia?. Autora de nove livros infantis, a escritora Palmira Heine estará na Flise apresentando ao público infanto-juvenil a história de seu mais recente livro, Mila a Pequena Sementinha. “Mila era uma semente que tinha medo de brotar, de se tornar flor. As crianças se identificam muito com as transformações de Mila”, adianta Heine, que também participará do Recital com a Confraria Poética Feminina.





Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial