Museu do Recolhimento dos Humildes realiza fórum educativo musical


O Museu do Recolhimento dos Humildes, localizado no município de Santo Amaro, na região do Recôncavo baiano, recebe nesta quarta-feira (10), às 13h, o Fórum Latinoamericano de Educação Musical (Fladem) com o tema “Educação Musical, Democracia e Práticas Emancipatórias: perspectivas e abordagens”. O Museu é administrado por meio de um Convênio de Cooperação Técnica e Administrativa pela Diretoria de Museus do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (DIMUS/IPAC), unidade vinculada à Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA).

A atividade faz parte da II Jornada Estadual Fladem Brasil e conta com a parceria dos cursos de Licenciatura Interdisciplinar em Artes e Licenciatura em Música Popular Brasileira da Universidade Federal do Recôncavo (UFRB). O fórum é aberto ao público e acontece das 13h às 17h, em diversos estados do Brasil, cuja representação do Fladem Brasil se faz presente. 

De acordo com Luan Sodré, representante estadual do Fladem Brasil na Bahia, o objetivo principal é divulgar, em nível nacional, o que orienta o trabalho do Fladem, bem como discutir sobre seus princípios e eles estão sendo e/ou podem ser vividos nas suas diversas realidades locais de cada estado. “Por este motivo, cada estado terá a sua programação local, procurando fazer um debate entre os princípios de ação do Fladem, que serão discutidos em diálogo com a temática de trabalho do Fladem Brasil, para o de 2019 – Educação Musical, Democracia e Práticas Emancipatórias: perspectivas e abordagens”, acrescenta.  O Fladem procura investigar e propor práticas e políticas de educação musical centrada nas lógicas próprias dos países da América Latina, descentralizando uma educação musical feita unicamente de forma eurocêntrica. 

“Além do fórum de educação musical, o museu tem sido espaço para diversas atividades de educação patrimonial para comunidade. Dentre as atividades previstas para 2019 estão oficinas de artes, música, teatro, dança, aula de flauta doce, exibição de filmes, exposições temáticas, leituras e mostras literárias do Recôncavo, como o cordel e as manifestações artísticas da região”, explicou Paola Publio, responsável pela articulação do museu.

O museu – Instalado no Convento de Nossa Senhora da Conceição dos Humildes, em Santo Amaro, o Museu do Recolhimento dos Humildes é datado de junho de 1980. O acervo é de propriedade da Congregação de Nossa Senhora dos Humildes composto por imagens sacras delicadamente ornamentadas pelas recolhidas, além de cristais, pratarias, mobiliário, porcelanas, paramentos, rendas e alfaias (objetos litúrgicos). São cerca de 500 peças datadas do século XIX e tombadas pelo (IPHAN). Já o prédio é tombado como Patrimônio da Bahia pelo IPAC. Por conta de reformas, no momento a expografia não está disponível para visitação, porém o museu segue aberto com atividades de educação patrimonial. O Museu do Recolhimento dos Humildes é administrado por meio de um Convênio de Cooperação Técnica e Administrativa pela Diretoria de Museus do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (DIMUS/IPAC), unidade vinculada a Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA).

Serviço

Fórum Latinoamericano de Educação Musical (Fladem)
Onde: Museu do Recolhimento dos Humildes, no município de Santo Amaro
Quando: 10 de abril (quarta-feira), das 13h às 17h

Contato do evento: Luan Sodré: (71) 98644-8194/ lssouza@uefs.br
Mais informações: https://www.fladembrasil.com.br/7-
jornada-ba

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial