Artistas feirenses levam projeto para África


O projeto “Circulação da Música Afro-Baiana 2019” levará o produtor cultural Uyatã Rayra e os músicos Bel da Bonita e Ravel Conceição do grupo musical Africania para África do Sul e Moçambique. A circulação internacional terá início nesta sexta-feira (5) e retorno no dia 22 de abril.

Oriundos de Feira de Santana, os integrantes do projeto pretendem estabelecer um intercâmbio entre a cultura musical da Bahia e dos países visitados. Serão ministradas oficinas rítmicas de Samba de Roda do Sertão e de Forró Pé-de-Serra, além de uma palestra sobre as influências do samba nos ritmos de forró.

O cronograma contará com atividades nas cidades de Pretória (África do Sul) – 8 a 10 de abril –, e Maputo (Moçambique) – 17 a 20 de abril. As ações ocorrerão no Centro Cultural Brasil-África do Sul e no Centro Cultural Brasil-Moçambique.

A programação contará ainda com a exibição do documentário “Os 8 Baixos de Bié”. Com direção de Eduarda Canto e Uyatã Rayra, o filme conta a saga de Francisco Sena – músico popular de Feira de Santana que toca sanfona de oito baixos embalado pelos batuques do samba de roda.

O artista promovia uma “JAM” de samba todas as segundas-feiras no Centro de Abastecimento de Feira de Santana, até ser proibido pela direção do Centro.

O projeto foi aprovado na 4ª Chamada do Edital de Mobilidade de 2018 e conta com o apoio financeiro do Governo do Estado, através do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura da Bahia.



O projeto também tem o apoio cultural do programa Flotar, além do apoio institucional da Embaixada do Brasil na África do Sul e Embaixada do Brasil em Moçambique através dos seus Centros Culturais.

Elsimar Pondé

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial